Blog

PROJETO BAMBU

Um trabalho conjunto no tratamento de úlceras e varizes, que já beneficiou mais de 10.000 pacientes carentes

O bambu é uma planta com haste longa e flexível, que quebraria com facilidade perante uma ventania, mas por nunca estar sozinho, acaba formando um aglomerado com raízes fortes e, os troncos unidos suportam as maiores tempestades. 

A parte oca do bambu simboliza a nossa mente aberta, para entender e se posicionar de forma positiva perante as mudanças. E seus nós representam os obstáculos que vamos enfrentar.

No início da criação do Projeto Bambu, encontramos muitas barreiras para sua implantação, mas a união de todas as pessoas envolvidas: da enfermagem, administração, médicos e telefonistas – do agendamento até a entrega completa do tratamento – fez dele um grande Projeto!

Foi com essa filosofia que, em 2010 iniciei tratamentos de varizes com microespuma em pacientes da rede pública, na cidade de Toledo. Em 2011, apresentei os primeiros 304 casos em um congresso internacional, demonstrando que a técnica era viável e eficaz e poderia ser implantada no sistema público. 

O procedimento menos invasivo também é mais econômico e rápido: meia hora, em média. O paciente pode voltar às suas atividades no mesmo dia, diferente das cirurgias convencionais de varizes, que chegam a durar seis horas e necessitam de internação.

Os primeiros pacientes tratados no projeto bambu apresentavam doença venosa crônica nos seus estágios mais avançados da classificação clínica CEAP como: edema, alterações na pele e subcutâneo, pigmentação e eczema, lipodermatoesclerose, úlceras cicatrizadas e úlceras abertas. 

Devido à grande demanda reprimida da época, foram estes os primeiros pacientes liberados pelas secretarias de saúde dos municípios envolvidos, para receberem o tratamento de varizes com espuma. Hoje, felizmente, este tratamento já está bem consolidado.

Foi com muito orgulho que, junto a outros pioneiros do Brasil, levei a técnica de espuma para o sistema público, que até então, era praticada apenas em clínicas particulares. Atingiu mais de 90% de melhora das dores nas pernas e cicatrizou 98% das úlceras, combinando “Espuma” com “Bota de Unna”. 

Com os ótimos resultados, decidi espalhar esta ideia, unindo colegas cirurgiões vasculares em prol do benefício maior, que é reduzir o número de pessoas com úlceras e varizes graves na fila do SUS. 

No Paraná, o projeto contou com o apoio incondicional do Consórcio Intermunicipal de Saúde Costa Oeste do Paraná (Ciscopar) e mais de 10.000 pacientes foram beneficiados, recebendo tratamento gratuitamente. Dentro desse Projeto, foram atendidos pacientes carentes de 34 municípios da região oeste do Paraná e hoje, uma das sedes do Projeto é o Hospital Santa Simone, de Corbélia.

Cascavel já recebeu mais de 350 cirurgiões vasculares de todo o país, onde Dr. Rover e Dr. Charles ministraram cursos de aperfeiçoamento na técnica da espuma e orientaram como implantar esse serviço na rede pública.

Hoje, o PROJETO BAMBU cresceu e tomou proporções ainda maiores, inclusive com outros nomes, tanto que já temos mais de 80 centros distribuídos por todo o Brasil, implantados por nossos pupilos.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Artigos Relacionados

Inscreva-se na newsletter e receba todas as novidades
Newsletter
Fale Conosco Agora!

GARANTA SUA VAGA!

SEJA BEM-VINDO(A)!

Se você, colega médico, for novo por aqui, venho me apresentar pra você!

Além de cirurgião vascular, atuo também como professor de Cursos Master em Fleboestética.

Se ainda não conhece nossos Cursos Master ou conhece e quer fazer parte desse time, clique agora mesmo em “Quero fazer o curso”.

Venha fazer parte desse Universo e decolar na sua carreira!

Garanta sua vaga, pois são limitadas.

Newsletter Modal